Skip to main content

Aviso de Risco: Os CFDs são instrumentos complexos e acarretam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 77,77% das contas dos investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este prestador. Deve ter em conta se compreende como funcionam os CFDs e se pode assumir o elevado risco de perder o seu dinheiro. Por favor, clique aqui para ler o nosso Aviso de Risco na íntegra.

77,77% das contas dos investidores a retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este prestador.

shib-doge-cfd

A Libertex adiciona o mais recente par de CFDs à medida que a luta entre criptos aquece

Fri, 12/03/2021 - 09:34

Dizem que todo o cão tem o seu dia. Pois bem, atualmente, não existe nenhum, mas apenas dois pomposos cães nos holofotes digitais, e nenhum deles parece estar disposto a afastar-se. Acredite ou não, toda a comunidade cripto passou a latir com estes dois tokens baseados na famosa raça do fofo cão Japonês. É claro que estamos a falar das prolíficas Dogecoin (DOGE) e Shiba Inu (SHIB), já que ambas assistiram a um crescimento espetacular nos últimos meses. Após muita antecipação, a Libertex finalmente adicionou um CFD sobre este par à sua lista de ativos negociáveis. Tudo o que lhe resta fazer agora é decidir que cão quer apoiar nesta luta em particular!

Muitos de vós sabem que tanto a Shiba Inu como a Dogecoin começaram as suas vidas com baixas expectativas. Uma foi lançada como uma piada deliberada e a outra como uma paródia dessa mesma piada. Agora os seus criadores ainda se estão a rir…a caminho do banco. Isto porque estes dois caninos conseguiram – contra todas as probabilidades – integrar o top 10 das maiores criptomoedas em termos de capitalização de mercado, para fazer frente às concorrentes como Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Ripple (XRP). Se o desempenho, a longo prazo, das ações de meme como a GameStop é algo a ter em conta, estas duas moedas podem constituir uma adição inteligente ao seu portfólio cripto. Mas antes de poder fazer a sua escolha, precisará naturalmente ver como esses cãezinhos ficam lado a lado.

Dogecoin: uma visão geral técnica

Em muitos aspetos, a Dogecoin funciona exatamente como a Bitcoin. Ambas as redes são baseadas em blockchain e verificam as transações usando um comprovativo de trabalho consensual. Posto isto, a Dogecoin possui algumas das vantagens da BTC para pagamentos quotidianos, já que as suas transações possuem tempos de processamento mais rápidos e custos mais baixos do que os da Bitcoin.

A Dogecoin também tem uma oferta circulante muito mais elevada do que a Bitcoin. A oferta da DOGE é teoricamente ilimitada. Com mais de 129 mil milhões já em circulação, a oferta é muito mais abundante do que o máximo de 21 milhões da Bitcoin. Então, existe o problema das recompensas do bloco: 10.000 Dogecoins são mineradas a cada minuto sob a forma de compensação de minerador.

Conforme já mencionado, a DOGE é uma criptomoeda proof-of-work, o que significa que esta partilha muitas características da Bitcoin em relação à forma como usa o poder computacional para proteger a sua blockchain. Além disso, a DOGE é merge-mined com a Litecoin. O resultado disto é que qualquer minerador de Litecoin ou Dogecoin pode optar por minerar a outra moeda, estabilizando o seu poder de rede em comparação com as moedas mineradas sozinhas.

E quanto à Shiba Inu?

As diferenças entre estes dois cãezinhos começam pelo próprio sistema que operam, com a Shiba Inu a servir como um token na rede Ethereum. A SHIB é o conhecida como um token fungível, ao qual é atribuído o protocolo ERC-20. Com a sua recente fama generalizada, muitos de vós, indubitavelmente, ouviram falar de tokens não fungíveis (NFTs), mas estes usam o standard de tokens ERC-721.

A maior vantagem de ser feita com tecnologia Ethereum para a Shiba Inu, é a multiplicação de contratos inteligentes para gerar os seus próprios produtos financeiros descentralizados. A DeFi ganhou força este ano com tokens como yearn.finance, Uniswap e Aave a explodirem em termos de preço e de adoção. As criptomoedas usam contratos inteligentes na blockchain do Ethereum, para criar câmbios descentralizados (DEXs), protocolos de empréstimos e até mesmo contas de juros. Este poderia constituir um enorme vetor de crescimento para avançar e dar-lhe-ia, certamente, um ponto adicional de utilidade.

A Shiba Inu fez até uma incursão no espaço da NFT com Shiboshis, uma oferta limitada de 10.000 NFTs com base na sua mascote Shiba Inu. O programa descentralizado aproveita a rede Ethereum, para permitir que artistas possam leiloar NFTs, suplantando o terceiro necessário, para as transações com contratos inteligentes.

Tudo sobre a oferta

Antes de olhar para o desempenho e perspetivas de mercado de cada moeda, seria uma falha não falar sobre a forma como a SHIB e a DOGE são emitidas e geridas. Afinal de contas, as criptomoedas e tokens são efetivamente moedas como o dólar ou a libra, e a sua oferta (incluindo o seu potencial de crescimento) constitui um enorme fator que determina rendimentos sobre o investimento de capital.

Comecemos com a mais velha das duas, a Dogecoin, lançada inicialmente com uma oferta limitada de 100 mil milhões de moedas. Em 2015, a última Dogecoin foi minerada e, como tal, o limite da oferta foi alterado para que mais 5 mil milhões de moedas pudessem ser mineradas todos os anos. Agora, não existe nenhum limite definido para o número de Doge que poderá ser produzido, o que significa que a DOGE é inerentemente inflacionária. Dito isto, enquanto os parâmetros mineiros permanecerem inalterados, a taxa de inflação diminuirá em função das moedas extra em circulação.

Passemos à Shiba Inu, cujo sistema de oferta é muito diferente. Logo desde o início, a oferta total de SHIB foi colocada em mil biliões, depois 50% dos tokens foram enviados para a bolsa de criptomoedas Uniswap, com os outros 50% a serem dados como um "presente/tributo" ao fundador do Ethereum, Vitalik Buterin. Curiosamente, Vitalik optou por desfazer-se de 90% dos seus SHIBA, doando os restantes tokens ao Indian Covid Relief Fund. A SHIBA não pode ser minerada e, para complicar ainda mais as coisas, uma parte dela é destruída a cada vez que alguém compra o token.

Assim sendo, a SHIB difere da DOGE por ser uma moeda deflacionária, o que teoricamente deverá torná-la mais propensa a aumentar, em termos de valor, ao longo do tempo em comparação com a sua rival mais antiga. Lembre-se que ambas as moedas dispararam recentemente, pelo que as avaliações atuais poderão ser inflacionadas.

O que é que os gráficos dizem

Como já referimos, dizer que estes cãezinhos cresceram a uma velocidade incrível seria um eufemismo. A SHIB, por exemplo, disparou em mais de 8.000%, no espaço de seis meses, até atingir $0,00008 no final de outubro. Entretanto, a Dogecoin até eclipsou o impressionante crescimento da Shiba, aumentando cerca de 12.000% entre janeiro e maio de 2021. Muitos investidores astutos esperariam, naturalmente, uma correção após uma corrida tão incrível. E foi isso que aconteceu. Ambas as moedas desceram agora 50% e 65%, respetivamente, o que as torna tentadoras, neste momento. Isso mesmo, a SHIB está atualmente a pairar em torno de $0,00004 por token, com a DOGE disponível por um preço de $0,38, no momento da escrita. Com fatores técnicos e fundamentais que sugerem um regresso ao crescimento a médio prazo, agora, poderá ser um grande momento para adicionar qualquer uma delas (ou mesmo ambas) ao portfólio.

Negociação de CFDs sobre o SHIB e DOGE com a Libertex

Adivinhou, ambos os cãezinhos estão disponíveis para negociação na premiada plataforma de negociação da Libertex, juntamente com muitas outras criptomoedas e ativos digitais. A única questão que se coloca é a de saber qual é a que acha que se vai tornar no cão de topo? Verdade seja dita, não deverá sentir-se pressionado para escolher um cãozinho, uma vez que ambos os ativos podem muito bem ter lugar num portfólio de investimento equilibrado e diversificado. Além disso, o novo par CFD da Libertex SHIB/DOGE permite-lhe lutar entre estes cães concorrentes. Escolha o seu cão. Negocie e Vá Mais Além!