Skip to main content

O que preciso de saber sobre CFDs de opções?

CFDs de Opções

Ao contrário das opções tradicionais, que são obrigações contratuais que dão o direito a comprar ou vender um ativo numa data futura, os CFDs de opções que oferecemos são instrumentos derivados que lhe permitem negociar sobre as flutuações de preço de uma opção física sem possuí-la diretamente. Isto quer dizer que, ao fechar as suas posições CFD, vai ganhar ou perder a diferença entre o preço de fecho e de abertura da posição.
 
Embora os CFDs de opções possam existir numa variedade de ativos subjacentes, a Libertex permite-lhe atualmente negociar CFDs de opções sobre o índice S&P 500 e sobre o Petróleo Bruto. Estes estão disponíveis na seção Opções da plataforma e são listados de acordo com a convenção ativo Subjacente|Option type StrikePrice|Expiry

Exemplo

Por exemplo, S&P 500|Call 3450|Dec é um CFD de opção Call baseada no índice S&P 500 com um preço de exercício de 3,450 que expira no fim de dezembro.

Pic_1

É importante notar que, já que se trata de um CFD e não de uma opção física, tal não significa que caso o detenha, poderá Comprar o S&P 500, por 3.450 até ao final de dezembro. Em vez disso, está apenas a negociá-lo como um instrumento autónomo e a obter lucros ou perdas com base na mudança do seu preço.

CFDs de Opções vs Opções Tradicionais

Agora que entende os CFDs de opções, algum enquadramento básico sobre opções tradicionais vai ajudá-lo a negociar de forma mais eficaz. As opções tradicionais são instrumentos financeiros derivados, cujo valor depende de um ativo subjacente tal como uma ação, participação ou matéria-prima. Permitem que o proprietário compre ou venda (dependendo do tipo de contrato) o ativo subjacente. No entanto, ao contrário dos futuros, não obrigam o titular a comprar ou a vender, o que as torna mais flexíveis.

  • Opções Call dão ao proprietário o direito de comprar o ativo subjacente a um preço pré-determinado num certo período de tempo.
  • Opções Put dão ao proprietário o direito de vender o ativo subjacente a um preço pré-determinado num certo período de tempo.
Call options, put options, examples
  • O ativo subjacente é o instrumento financeiro cujas alterações de preço determinam o valor da opção.
  • O preço de exercício é o preço pelo qual o ativo subjacente pode ser comprado (para opções Call) ou vendido (para opções Put) se forem exercidos.
  • O vencimento (às vezes chamado de data de validade) é o período específico no qual a opção pode ser exercida. O tempo até então é chamado de “tempo de maturidade”. Por favor, note que as opções CFDs oferecidas na Libertex expiram automaticamente na sua data de maturidade. Isto significa que a posição será fechada automaticamente e, como tal, deve ficar de olho nela. 

O que determina o preço dos CFDs de opções

Sem entrar em detalhes excessivos e em fórmulas financeiras, basta dizer que os seguintes fatores-chave determinam o valor dos CFDs de opções:

  • O preço do ativo subjacente é, obviamente, o principal determinante.
  • A volatilidade do mercado é outro fator-chave. Uma volatilidade mais elevada do ativo subjacente normalmente significa um preço mais elevado para os CFDs de opções associados.
  • O vencimento também afeta o preço: quanto mais tempo passar até o vencimento, mais provável será que a opção atinja ou exceda o seu strike price de exercício.
  • Finalmente, a oferta e a procura para opções CFD específicas também influenciarão o seu preço.

Agora que entende o essencial, vamos avançar para o porquê de querer negociar CFDs de opções.

Next article

Explore options CFDs

Para trás