Skip to main content

Aviso de Risco: Os CFDs são instrumentos complexos e acarretam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 73,77% das contas dos investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este prestador. Deve ter em conta se compreende como funcionam os CFDs e se pode assumir o elevado risco de perder o seu dinheiro. Por favor, clique aqui para ler o nosso Aviso de Risco na íntegra.

73,77% das contas dos investidores a retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este prestador.

crypto-chill

Sobrevivendo ao inverno cripto com a Libertex

Fri, 05/20/2022 - 05:04

As últimas semanas e meses trouxeram uma carnificina para os mercados de cripto. Isso é inegável. A Bitcoin desceu mais de 50% desde os seus máximos históricos, enquanto o ETH caiu quase 60%. E exatamente quando os investidores de cripto pensaram que poderiam, pelo menos, confiar nas stablecoins para proteger a sua riqueza digital, vimos uma catástrofe totalmente imprevisível atingir o UST (Terra) e o DEI (Deus). Até o líder do setor, o Tether, perdeu quase 10% no espaço de uma semana. Poderia perdoar-se por pensar que isto marca o início de um mercado de baixa intratável para os ativos digitais, mas já não estivemos aqui antes?

Ciclo de vida

Poderá ter parecido que a extrema volatilidade das criptomoedas era coisa do passado. Afinal de contas, estivemos num mercado aparentemente de alta e os investidores institucionais estavam, finalmente, a entrar em massa, e os mercados auxiliares, como o DeFi e os NFTs, estavam a expandir-se numa taxa rápida. No entanto, esta não terá sido a primeira vez que vimos as moedas digitais principais a perder mais do que 50% do seu valor. Todos se lembram de 2018, mas será que se lembram de 2013 (-83%), 2012 (-56%) e 2011 (-99%)? O facto de o último grande crash ter acontecido há 4 anos deveria ser encarado como um sinal otimista para o futuro. No fim de contas, todas as classes de ativos são vulneráveis às grandes reduções de 50% ou mais. Os altos e baixos constituem uma parte inevitável do ciclo de vida de cada mercado. Desde que eles não sejam muito frequentes e permaneçam relativamente curtos, não devemos preocupar-nos em demasia.

Necessidades pessimistas

Enquanto os investidores passivos e os HODLers poderão solidarizar-se com a ideia de que as cripto poderão ter um futuro muito brilhante pela frente, os traders ativos poderão desejar beneficiar da descida, bem como da eventual recuperação. Eles poderão fazê-lo, eventualmente, comprando na queda e investindo regularmente durante a tendência de baixa, reduzindo assim o preço médio pago e, possivelmente, maximizando o seu potencial ganho percentual, ao longo do tempo. Outra estratégia sólida do mercado em baixa é o staking que envolve bloquear as cripto na blockchain, por um período de tempo, gerando uma renda passiva. De facto, na sequência do desaparecimento da Terra, os rendimentos do staking das stablecoins aumentaram até 40% (USDD). Mas, para aqueles que procuram o maior rácio entre o risco e a recompensa disponível, fazer shorting é, de longe, a opção mais lucrativa possível. Poderá fazê-lo através de opções ou futuros, mas a forma mais rápida e potencialmente mais fácil é através de Contratos para a Diferença (CFDs).

Então, o que são CFDs?

Os CFDs ou Contratos para a Diferença são produtos financeiros únicos que lhe permitem apostar o seu dinheiro nas mudanças de preço de um determinado ativo, sem ter que possuir fisicamente o referido ativo. O melhor de tudo é que isto significa que poderá vender um instrumento tão facilmente quanto comprá-lo. Consequentemente, não precisa de preocupar-se em encontrar um comprador físico ou velocidades de transação de cripto. Assim que fechar a sua posição, o preço que recebe é garantido. Existem muitos prestadores de CFDs por aí, mas a Libertex foi reconhecida em várias ocasiões como uma das corretoras mais fiáveis e focadas no cliente do mercado.

Porquê a Libertex? 

Para além dos prémios anuais e dos reconhecimentos da indústria, a Libertex é famosa por ser a corretora que coloca os seus clientes em primeiro lugar. E, porque a Libertex oferece CFDs sobre uma variedade de instrumentos diferentes de praticamente todas as classes de ativos imagináveis, os utilizadores poderão armazenar todas as suas participações num local de fácil acesso. De facto, os clientes da Libertex poderão manter um portfólio diversificado de CFDs sobre ações, índices, ouro e sim, cripto – tudo numa única conta.

Como se não bastasse, a Libertex até oferece zero comissões em todas as transações de CFDs de criptomoedas. Isso significa que não existem quaisquer taxas ocultas ou custos adicionais a pagar em qualquer compra, venda ou troca de ativos digitais na plataforma. Tudo o que lhe será pedido é que pague o spread (a diferença entre os preços da Oferta e da Procura). Mais nada. 

 

70,8% das contas de investidores de retalho perdem o seu dinheiro ao negociar com este prestador. Deve considerar se entende ou não como é que funcionam os derivativos e se pode ou não sujeitar-se a correr o elevado risco de perder o seu dinheiro.

Disponível para clientes de retalho na Plataforma de Negociação Libertex.