LYFT Inc.

Sobre LYFT Inc.

Lyft foi fundada em 2012 em São Francisco por Logan Green e John Zimmer. É o criador de uma aplicação que permite aos utilizadores encontrarem condutores para os levar onde querem ir em troca de uma tarifa razoável. Os seus criadores projetaram a aplicação com o objetivo de ajudar os seus clientes a economizar até 30%, em comparação com o custo da mesma viagem feita num táxi licenciado.
Os carros da Lyft são imediatamente identificáveis pela assinatura rosa da empresa que os seus condutores colocam no pára-choques dianteiro do veículo. 

Investment opportunities
Na sequência de uma campanha de expansão, a localização geográfica do serviço de fretes cobre agora 60 cidades dos EUA. Além do seu serviço de táxi, a Lyft também oferece bicicletas pagas ao minuto e aluguer de scooters eléctricas.
Tem um volume de negócios superior a 900 milhões de dólares, após um aumento de 75% em 2018, quando terminou o ano com 2,15 mil milhões de dólares em receitas. A empresa tem um valor de mercado de mais de 15 mil milhões de dólares, tendo conseguido garantir mais de 330 milhões de dólares em investimentos.
Atualmente, a Lyft controla 28% do mercado dos EUA, enquanto a sua maior concorrente (Uber) tem uma quota de aproximadamente 70%.

A Lyft publica os seus primeiros resultados financeiros
A Lyft publicou os seus resultados financeiros anuais pela primeira vez, reportando receitas de 2,2 mil milhões de dólares em 2018 – quase o dobro da que gerou em 2017 e 5 vezes mais do que conseguiu em 2016.
Apesar disso, a empresa ainda terminou o ano com um prejuízo de 911 milhões de dólares (mais 223 milhões de dólares do que no ano anterior). A empresa tem registado prejuízos todos os anos desde que foi fundada e, como tal, espera atingir o ponto de equilíbrio antes de, eventualmente, começar a gerar lucros.
Na última ronda de financiamento, o valor da Lyft foi estimado em 15,1 mil milhões de dólares.

A Lift vai introduzir um sistema especial de bónus para os seus condutores
Ao preparar-se para a sua IPO, a Lyft planeia oferecer aos seus condutores a oportunidade de comprarem ações privadas da empresa, a um preço baixo.
Espera que isso permita aos seus condutores obterem lucros decorrentes da diferença de preços quando venderem as ações. No entanto, ainda não se sabe se poderão vender imediatamente após a IPO ou se as suas ações ficarão sujeitas a um período de bloqueio.
O mercado avalia atualmente a Lyft em mais de 15 mil milhões de dólares.