O que é o Ripple (XPR) e Como Funciona

09 Ago 2018

O que é o Ripple (XPR) e Como Funciona

Enquanto o Bitcoin ainda é rei, na terra das criptomoedas, existem várias concorrentes prontas para assumir o seu trono. Um das mais intrigantes é o Ripple, que é completamente diferente de todo o resto, já que é uma cripto muito mais centralizada no âmbito de um ambiente descentralizado.

O Que é o Ripple? Ainda é classificado como uma criptomoeda, mas a forma como foi fundado e é gerido e negociado é muito diferente das outras criptomoedas. É por isso que, antes de investirno Ripple, é boa ideia antes saber mais acerca do mesmo.

O Que é o Ripple?

O Ripple foi lançado em 2012 como uma iteração tardia do Ripplepay, e o seu nome é usado para o catálogo da plataforma cripto, enquanto o seu token é chamado XPR. Tal como outras criptomoedas, o Ripple é construído em torno da ideia de uma rede contável distribuída, em que várias partes participarão na verificação de transacções, ao invés de uma única autoridade centralizada. Esta é uma maneira de facilitar as transacções em todo o mundo, enquanto os custos de transacção são muito mais baixos do que no Bitcoin. Ao contrário de outras criptos, as transacções XPR são verdadeiramente instantâneas e não requerem nenhum período de confirmação. Enquanto isso, a plataforma do Ripple oferece-lhe a oportunidade de trocar qualquer coisa, desde moedas fiat a ouro ou mesmo milhas aéreas.

O Ripple foi originalmente criado por uma única empresa, a Ripple Labs, e ainda apoiado pela mesma, ao contrário do Bitcoin, que é apoiado por uma enorme rede de criadores. O número de unidades na rede Ripple não é alterável. No Bitcoin, o número de moedas está em constante crescimento, enquanto há um limite; no Éter, não há nenhum limite. Ao contrário destes, o Ripple foi criado com 100B tokens desde o início, a maior parte deles pertencentes à Ripple Labs e esse número é mantido sem qualquer alteração.

Ripple vs Bitcoin: Qual É a Diferença?

Ripple vs Bitcoin: Qual É a Diferença?

Enquanto o Bitcoin é uma moeda digital concebida para ser um método de pagamento de bens e serviços, o Ripple é um sistema de pagamento, uma plataforma de troca, e um meio de os pagamentos serem enviados aos bancos e a outras redes de pagamento. A ideia é oferecer um sistema de transferência directa de activos, como dinheiro ou ouro, que funcionarão virtualmente, em tempo real, actuando como uma alternativa mais barata, mais segura e mais transparente relativamente a outros sistemas que são usados actualmente pelos bancos, tais como o SWIFT.
O Bitcoin é baseado na blockchain, enquanto o Ripple não usa blockchain. Ao invés disso, ele usa um consenso de razão distribuído que se baseia numa rede de servidores de verificação e tokens chamado de XPR.

Parece que os bancos estão bastante interessados no Ripple, com cada vez mais processadores de pagamento a juntarem-se à rede. O Ripple está concebido para as empresas, e embora o mesmo também possa ser utilizado por indivíduos, esse não é seu principal objectivo. A plataforma foi concebida para transferir grandes quantias de dinheiro em todo o mundo, da forma mais rápida possível.

Até agora, o Ripple tem estado estável e  tem sido fiável, desde a sua criação. A sua capacidade actual é de 1.500 transações por segundo (tps), ao passo que a recente actualização tornou possível ampliar a rede para atender à capacidade de VISA, que é de 50.000 tps. Entretanto, o Bitcoin consegue processar apenas 3 a 6 transacções por segundo e o Ethereum 15.

O token do Ripple, o XPR, não pode ser extraído como o Bitcoin, o Éter, o Litecoin e muitas outras criptos. Todos os tokens foram emitidos ao tempo da criação do Ripple, tal como uma empresa emitiria um certo número de acções, quando as mesmas se tornam públicas. Os criadores do Ripple apenas concordaram com um número, que é de 100B XPR, e emitiram-no.

O Que é o XRP?

O XPR é, muitas vezes, referido como 'criptomoeda real'; é um token que usa uma rede Ripple para permitir transferências em dinheiro entre várias moedas. A maioria dos sistemas de compensação de hoje em dia usam os dólares Americanos como moeda de base para conversão. Isto leva a taxas de conversão e leva tempo, é por isso que as transferências bancárias estrangeiras podem demorar três dias úteis ou mais.

A conversão de um valor para XPR, ao invés de USD, remove as taxas de conversão, enquanto a transacção é processada numa questão de segundos.

XRP criptomoeda

Conforme mencionado acima, o Ripple emitiu 100B de tokens XPR, e actualmente a empresa promete que este é o número total final de XPR, embora, tecnicamente, não exista nada que possa impedi-la de emitir mais no futuro. Nas posições de design do Ripple hub-and-spoke, o XRP está no centro, como uma ferramenta que é fungível com qualquer moeda ou recurso digital, tais como milhas de passageiro frequente. O Ripple é capaz de efectuar um pagamento em 3,5 segundos, através do XPR e mantê-lo disponível e passível de dispêndio. O uso do XPR é totalmente independente da rede Ripple, o que significa que os bancos não precisam verdadeiramente do XPR para transferir dólares, euros, etc, o que, de outra forma, poderia constituir uma perda para os investidores a retalho, quando eles compram tokens.

Recentemente, o Ripple adicionou outra funcionalidade, que permite que a empresa liberte 1B do XPR, todos os meses, através de contratos inteligentes, para financiar transacções comerciais, oferecer incentivos aos seus clientes e vender tokens para investidores verificados.  Os tokens que não estão em uso são depositados de volta em conta caucionada.

Conclusão: Vale A Pena Investir?

O Ripple é a terceira criptomoeda pela market cap, logo a seguir ao Bitcoin e ao Ethereum. Ao contrário dessas duas, no entanto, você não pode minar Ripple: como mencionado acima, existem apenas 100B de tokens e já foram emitidos. Cerca de 40% daqueles estão em circulação, enquanto as restantes constituem propriedade da Ripple Labs.
Os tokens são disponibilizados no mercado gradualmente e em porções de 1 bilhão por mês. Isso serve para mostrar aos investidores que todo o stock não será vendido, ao mesmo tempo, o que poderia afectar negativamente o preço.

Se vale a pena investir no Ripple ou não, ninguém poderá ter a certeza. O seu valor tem aumentado muito desde a sua criação, mas o futuro dificilmente pode ser previsto.
No caso de o Ripple conseguir levar mais bancos a bordo e transformar completamente o sector financeiro, com a sua rede de pagamentos, o seu preço poderá disparar. Se isso não acontecer e poucos investidores continuarem a apoiar o Ripple, o mesmo poderá cair drasticamente.

Não esqueça que o preço do XPR, tal como no caso de outras criptos, é extremamente volátil e, como tal, comprar qualquer cripto é arriscado, especialmente se não for um negociador profissional. No entanto, com a negociação de CFD (contratos por diferença), você poderá usar a alta volatilidade do mercado da criptografia em seu favor, já que a negociação de CFD permite assumir posições longas ou curtas, por exemplo, você poderá lucrar quando o mercado está em ascensão e em queda.

Sugerimos que abra uma conta demo gratuita junto da Libertex e tente ganhar dinheiro com as criptos, de forma independente. Para além das criptomoedas, também conseguirá negociar muitos outros instrumentos, tais como acções e índices. E a melhor parte é que, enquanto estiver a negociar numa conta demo, você não perde nada!

Temos que lembrar que a negociação nos mercados financeiros acarreta sempre riscos. Neste sentido, antes de iniciar a negociação com dinheiro real, recomendamos que frequente o nosso curso de formação gratuito.

Esperamos que você tenha considerado esse artigo útil. Por favor, não hesite em partilhar as suas dúvidas ou sugestões na secção de comentários.

Para trás